domingo, 28 de fevereiro de 2010

FERMOSA E GENTIL DAMA




FERMOSA E GENTIL DAMA

L. V. de Camões


Fermosa e gentil Dama, quando vejo
a testa de ouro e neve, o lindo aspeito,
a boca graciosa, o riso honesto,
o marmóreo colo e branco peito,
de meu não quero mais que meu desejo,
nem mais de vos que ver tão lindo gesto.
Ali me manifesto
por vosso a Deus e ao mundo; ali me inflamo
nas lágrimas que choro;
e de mim, que vos amo,
em ver que soube amar-vos, me namoro;
e fico por mim só perdido, de arte
que hei ciúmes de mim por vossa parte.

23 comentários:

A.S. disse...

Querida Rê...

O lirismo de Camões é sempre algo que nos emociona e nos desperta para deliciosas sensações!


Beijos meus!
AL

Lou a esquizoffrenica disse...

Para mim? obrigado =) gosto muito de rosas embora prefira as vermelhas as brancas e as amarelas, curioso não é? as rosas cor de rosa são as que gosto menos. LUis de Camões era um génio, não achas ele descrevia o amor e o desejo tal e qual como eles se apresentam em nós não é?

Marcos Andrade disse...

O Camões estava escrevendo a seu respeito, é?

E olha que ele nem te conheceu pessoalmente... rsrsrs!

Beijo!

Pérola disse...

Boa noite minha linda.
Muito bem,tu és uma dama.
A postagem se identifica com vc em número,genero e grau.
Parabéns por tão bom gosto.
Um beijo grande.

Ju Fuzetto disse...

Rê!!!

Totalmente Perfeito esse post!!

Tenha uma semana maravilhosa amiga!

grande beijo

Pérola disse...

Obrigado pelo carinho.
Amei o teu comentário.
Te amo minha dama.
beijokas.

Desnuda disse...

Um post brilhante! Lindo trazer um poema de Luis Vaz de Camões e tantas sensações humanas e a maior delas, que é o AMOR.

Amor, que o gesto humano na alma escreve

Luís Vaz de Camões

Amor, que o gesto humano na alma escreve,
Vivas faíscas me mostrou um dia,
Donde um puro cristal se derretia
Por entre vivas rosas e alva neve.

A vista, que em si mesma não se atreve,
Por se certificar do que ali via,
Foi convertida em fonte, que fazia
A dor ao sofrimento doce e leve.

Jura Amor que brandura de vontade
Causa o primeiro efeito; o pensamento
Endoudece, se cuida que é verdade.

Olhai como Amor gera, num momento
De lágrimas de honesta piedade,
Lágrimas de imortal contentamento.


Beijos, amiga!

Almeida Lucius ™/ Ulisses Reis ® disse...

O lirismo me aqueçe, me deixa terno , me provoca arrepios e inspiração, muito lindo esse poema, beijos !!!

Elcio Tuiribepi disse...

OLá Renata...fermosa...essesdias vi essa palavra num outro poema, mas não de Camões
As rimas vão se encaixando naturalmente...
Ficou muito bonito o final que ele deu...
Um abraço na alma...boa semana
Bjo

Sonhadora disse...

Minha querida Renata
Lindissimo poema de Camões, adorei a escolha.

Beijinhos
Sonhadora

Vivian disse...

...vamos de Victor Hugo
quando diz:

A maior fonte de felicidade que há na vida, é saber que alguém nos ama; que nos ama pelo que somos ou, melhor, que nos ama apesar do que somos.

bjbj, e bom dia, moça!

Luciana disse...

Oi Rê


Não conheço o poema mas gostei.

Uma ótima semana

Bjs

Lu

Liz / Falando de tudo! disse...

ah...Camoes... perfeito sendo acompanhado por essa musica!

Daniel Costa disse...

Renata

Aqui há muito quem deteste estudar camões. Porém a sua poesia, mesmo com os vacábulos antigos sempre me fascinou.
Beijos
Daniel

Amapola disse...

Bom dia.
Como já disse, seu blog é lindo...
Você é bonita demais. Acho a beleza tão intrigante, que até os belos não se acostumam com ela. Sem dizer que a beleza também escraviza o belo, rotulando-o. Aí vem o medo de ficar velha, feia... É muito mistério nessa vida, né?

Um grande abraço.

Manuela disse...

Olá Renata, em primeiro venho agradecer a sua presença constante amiga do coração.
Em segundo venho dizer que ando ocupada até ás orelhas, ehehe.
Em terceiro eu adorei o seu recado no post sobre o Monte dos Ventos Uivantes, mas amiga você traduziu para Brasileiro ou Português?
Ihihihi. Brincadeira...
Beijinho querida amiga.
Fique feliz sempre.
Manuela

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Manuela!
Por incrível que pareça foi para o português! Já já vou aí!
Beijos

Everson Russo disse...

Simplesmente demais meu anjo do amor,,,voce sempre usando sua ternura na escolha dos poemas...beijos carinhosos e linda semana pra ti.

wcastanheira disse...

Oi linda, comecei a trabalhar e vim passear aqui, uma delícia sua página é um colírio aos olhaos eum descanso ao coração, q visual lindo, pro tio começar o dia, adorei, viciei, pra vc minha linda bjos, bjos e bjosssss

rouxinol de Bernardim disse...

Camões e o seu lirismo são a marca de Portugal na cultura mundial.

Um valor intemporal.

mixtu disse...

camões...

por amores nunca antes conquistados

sofrer...

amar...

preferia ter morrido no naufragio do que amar a doce dama...

pranto...

abrazo serrano, amiga linda:)

MISCELÂNIA RIFF disse...

My sweet friend... Tb. sinto saudades, já me acostumei de ser paparicada e mimada por vc. Sempre chega nas horas certas. Bjitos molhados...hj está chovendo no meu Rio de Janeiro...ufa...uma trégua do calorão. Grande semana. e fique em paz.

Hod disse...

Olá Renata, espetacualr esse poema de Camões.

Também agradecer-lhe por sua visita e as fragrâncias que deixou nas duas blogagens coletivas. Obrigado.

forte abraço querida amiga com muitas bençãos.

Alôha,

Hod.