domingo, 1 de agosto de 2010

PINTAR O AMOR******************************



PINTAR O AMOR***************

E cá estamos nós. Não como gostaríamos, mas com Vida!

Na arte do amor
Na tela do amar
Pintar fantasias
Nosso ateliê particular.
Fazemos o esboço elementar
Nossos olhos na tela
Amada desenhar
O amor com cores pintar
Sentimentos em rabiscos
Tentamos demonstrar
Que amamos alem da tela
Ser capaz alem do infinito
Pelas cores o amor combinar
Amor fundamental
Quadro com expressão
Têm de se amar de verdade
Alguém do fundo do coração
Retoques finais
A imagem completa
De quem amamos ficou imortalizada
Na tela de amor repleta
José A.Correia - Cantinho da Poesia


6 comentários:

José disse...

Também gostava de ser pintor
ter um atelier para pintar
ter tintas de toda a cor
para pintar o meu amor
sem entraves para amar

beijo terno.
José.

wcastanheira disse...

Uma linda poesia, uma pintura de amor, vc surpreende-nos com suas maravilhosas escolhas a cada dia, hoje, abusou, deu show, acho q vc merece receber bjos, bjos e bjossssssssss

Nina disse...

Amei a poesia, amei o blog,seu cantinho é lindo!

Gostaria que visitasse o meu:

http://tekiero-love.blogspot.com

HSLO disse...

Ai queria mesmo imortalizar os meus amores em um tela...nossa;


abraços
de luz e paz


Hugo

Mariazita disse...

Rê querida.
Saudades! Você está bem? Eu tenho feito poucas visitas, de acordo com a informação que dei no meu blog. Para além de que tenho andado com problemas de saúde (familiares) que me têm roubado muito tempo. Vc sabe como é... médicos, exames, análises... eu sei lá! A cirurgia está marcada para a primeira quinzena de Setembro. Agora há uma data de exames preparatórios para fazer...
Temos que ter paciência.

Basta de falar de mim.
Este poema é muito bonito. Foi uma escolha óptima.

Fique bem, amiga. Fique com Deus.
Beijinhos

Daniel Costa disse...

Renata

Um belo poema com que brindas, é maravilhoso e ao mesmo tempo sente-se que como se te pertencesse a autoria. Pintas o amor com a alvura imaculada do branco.
Ao reabrires o blog a comentários, confesso que ganhei uma alma nova.
Beijos.