quarta-feira, 29 de setembro de 2010

AMOR


AMOR
Ouvir a voz,
Respirar o cheiro,
Sentir as mãos,
Amor...
Aos poucos,
 desvendando.
Devagar,
saboreando.
A cada desnudar
Sentimos
O brilho do olhar.
Amor...
Tua língua
Provocando-me
Amor...

***




Entro pela tua alma distraída
Salto em tuas janelas
Sem tapumes, sem taperas
No mergulho da vida
Piso leve em teus sentidos,
Descobrindo teus esconderijos.

@ Renata Cordeiro

47 comentários:

Paulo Tamburro disse...

RENATA,

só as mulheres sabem falar, em toda plenitude sobre o amor.

E você particularmente, o faz com a competência de quem conhece a matéria.

Por esta razão, um poema que a primeira vista poderia ser erótico, nas suas palavras encontra a exata dimensão de ser simplesmente , amor posto em prática.

Com muita sensualidade!

Isto sim.

Gosto da maneira como você expressa seus sentimentos!

Um abração carioca.

Luciano Braz disse...

Oi Rê, espero que esteja bem.
Tenho enorme respeito por ti!

Abraços.
(linda expressão)

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Obrigada, meus amigos. Há quanto tempo! Sempre aparecem no Poema do nosso Time.
Luciano, a sua família é Linda.
Beijos e Força aí
Renata

Por toda minha Vida disse...

Boa tarde, Renata.

O amor e sua maneiras e nós a desnudar os sentimentos, poeticamente fazendo arrepiar, os olhos abertos de uma mulher apaixonada só chora quando não se encontra com o olhar de seu amado...

Beijo

Renata

Isa disse...

Hoje consegui entrar e deixar uma palavrinha para si!
Que poema lindo.
Gostei
Falar de Amor ñ é fácil!
Beijo.
isa.

aluisio martins disse...

pelo que vejo e sinto, amor mais vivo que nunca, mulher intensa em poesia e sentir, flores lindas por aqui...
abs

prosasdeoutono disse...

Querida Renata,

em coisas tão simples, descobrimos o Amor e gostamos de o "sentir, tocar"...O Amor faz maravlhas e vence todas as barreiras.

Mil beijos
Alex

José disse...

Se não fossem os muros, os tapumes, as barreiras, que existem um pouco por todo, tudo seria mais fácil.
Gostei até ao final.

deixo um beijinho
de boa noite,
José.

SolBarreto disse...

Amor...
Sentimentos de extremos..
Capaz de nos fazer termos os atos mais sublimes e tambem os mais feios...
Dizem que por ele se justifica todos os atos...no meu entendimento de amor, só são validos atos sublimes...
Adorei o texto..e nao deixo de passar por aqui nunca...saiba disso!rss
Um otimo fim de semana pra vc!

Everson Russo disse...

Delicia esse amor,,,sereno,,,tipo chuva no corpo....beijos querida,,,uma linda quinta pra ti.

Marcelo Novais disse...

Eu to amando AMAR!

Sonia Pallone disse...

Lindo de Viver !!! Poesia que embriagou os sentidos de quem leu...Bjs querida.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Oiê, Sonia! Vi que havia comentário seu no mail e vim correndo. Logo mais, passo na sua casa.
Beijos, querida*********
Beijos, Sol, Bom fim de semana!
Renata

William Chahud disse...

Olá querída amiga?
tudo bem com vc
assim espero que tudo..
nossa quanto tempo eu não passava por aqui ,desculpe querída a vida de professor universitário neste nosso país não ´nada facil.
adorei seu blogsite esta maravilhoso extremamente informativo e repleto de interessantes detalhes gostei muito e espero continuar a te seguir e estar mais atualizado com o que acontece aqui pode ser querída amiga?
e se vc puder dar uma olhada lá no meu ficarei muito honrado em recebe-la por lá ok
que o nosso bom DEUS te abençoe muito hoje e sempre
Beijinhos do seu amigo
Will
a proposito podemos teclar no msn,para trocarmos idéias e nos conhecermos um pouco? te aguardo!!

Angela Reis (Luna Luz) disse...

Belíssimo poema! Suave e intenso ao mesmo tempo. Amei =*

Obrigada pelo carinho =)

bjos

Nilson Barcelli disse...

Belo poema, querida amiga.
Muito sensual...
Gostei imenso, como usualmente.
Beijos.

Giardia disse...

Lindo!!! Lindo! Lindo!! adorei!!!

Rodrigo Passos disse...

Amor, amor, amor.
sabe-se do seus males.
Quem nunca perambulou pelos seus vales.
leigo é de tudo.

Maria Rita disse...

E quando o "sentir" é genuíno deve ser degustado com todos os seus melhores sabores.

Belíssimo...voltarei!

Beijos moça

Vivian disse...

...você quando quer, desenhas
o amor com nuances de paixão
e encanto!

tão lindo isso!

muahhhhhhhhhhhhhhhhh, lindeza!

LUFE disse...

Renata,

Sensual, delicado...
O quere por inteiro...

Gostei muito.

bjo

A.S. disse...

Renata,

Perco-me nas tuas palavras com prazer, nelas me afundo... nelas naufrago!


Beijos
AL

Everson Russo disse...

Um lindo final de semana pra ti minha querida,,,todo carinho do mundo e muitos beijos em seu coração...

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Muito obrigada a todos vocês. Já já cumprimento quem ainda não o fiz, aqui deste nosso eu e daí.
Beijos
Renata

Giardia disse...

Minha poeta preferida! Bom dia e bom fim de semana!! beijos!

Daniel Costa disse...

Renata

A inpiração est+á acima, um belo poema que as ilustrações acentuam.
Embora, sem nada que fazer, sem ser criar muitos trabalhos, tenho andfado muito pressionado.
Ternos beijos

Marcelo Novais disse...

Maravilhoso é o texto e o amor!
Bjoos!

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Daniel, descanse como eu.
Beijos
Renata
Marcelo, mata-me! De amor.
Bjs
Renata

Maria Rita disse...

Obrigada pelo carinho lá no "Despertar", adorei o "poema comentário".

Amei, voltei, puxei a cadeira e vou ficar.

Muita Luz pra Ti Moça!!!

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Beijos, Maria Rita!
Renata

A Flor do Sul - Perah Hadarom disse...

Como sempre, cheia de detalhes, até desnudar todos os sentires! Felicitações. Au revoir. Bon samedi...

José disse...

Olá menina linda,
vim deixar um beijinho, de boa noite,

E desejar-te um bom fim de semana
José.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Obrigada, José. Vou jantar e na hora em que me for possível passo na sua cada.
Beijos
Renata

tossan disse...

A arte de se desnudar com a poesia.
Inspiração no ato de amar. Beijo

Everson Russo disse...

Beijo carinhoso de lindo sabado pra ti querida.

ΛмeвΛ disse...

Putz!! seu blog é lindo mesmo!

Amei.

Prazer, ΛмeвΛ!

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Prazer, Giardia* O seu blog é muito bom também. Beijos e Bom fim de Semana, de novo.
Renata

VELOSO disse...

Amiga obrigado pelo carinho lá no Baú volto com mais tempo ando meio enrolado com tempo pode pegar o selo sim e a brincadeira do roteiro vale para você também um abraço e felicidade sempre!

Jortas disse...

O amor desvenda-se devagar
Sem pressa de lá chegar.
O olhar é o desvelar do mistério
Da alma onde se deseja pousar.
O amor são as janelas do amanhã
Tornado em desejo presente.
O Amor é tudo o que faz em romã
O sangue dum céu sempre poente

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Que coisa linda, meu querido* Muito obrigada.
Obrigada, veloso, que saudades*
Obrigada, *Ponderantes*, também eu estou contigo.
Obrigada a todos os amigos.
Beijos
Renata

Mariazita disse...

Apenas por absoluta falta de tempo não me é possível redigir um agradecimento individualizado a cada uma das pessoas que tiveram a gentileza de me felicitar pelo meu aniversário.
Faço-o, por isso, numa forma “generalizada”, mas acompanhada do carinho particular para cada um de vós, neste caso para si, Renata querida.

PS - Já tinha saudades...

JB disse...

Um amor em crescendo, ultrapassabdo barreiras... Intenso e bem construído, com os sentidos à flor da pele!

Lindo!!!

beijinhos

bondearte disse...

Ola Renatinha!!
Belo e sensual,
o misterio, o prazer ,
o corpo quente o desnudar
Whooo, que belos momentos.
Beijos .
Paulo

Everson Russo disse...

Beijo carinhoso de otima tarde de domingo pra ti querida e uma semana cheia de paz...

José Manuel Marinho disse...

Piso leve em teus sentidos,/Descobrindo teus esconderijos". Versos que são de uma qualidade imensa. Subtileza e sensualidade, com um enorme bom gosto. Faça uma viagem até mim, sim? Tudo de bom.

Fernando Santos (Chana) disse...

Belo poema, gostei muito...Espectacular....
Cumprimentos

O gerente disse...

Esse é o terceiro que vejo, e talvez seja aquele que ira tirar o resto de minhas forças. Afinal de contas, minha alma é distraida mesmo e quando meus esconderijos sao descobertos nao me restam mais truques. Agora pisadas de leve é querer fazer gamar. Assim nao vale!