sábado, 23 de outubro de 2010

EU VEJO VOCÊ O TEMPO TODO



EU VEJO VOCÊ O TEMPO TODO


Eu vi você em vários carros no trânsito. Atravessando a rua. Também dentro das lojas, eu vi você conversando com as pessoas.


Tinha flores nas mãos, andava só na praia, riaaaaaaaa


Eu vi você no ônibus que passou, namorando.


Eu vejo você em muitos lugares. Vejo muito.


Mas na real não é você. É só a minha vontade de ver.


Minha imaginação. Desejo.


Cada um vê o que quer.

@ Renata Cordeiro








11 comentários:

Lau Milesi disse...

Oi Rê, como vai? Que linda prosa. Ou um lindo poema dentro de uma bela prosa. É muito boa essa liberdade que temos no quesito poder ver o que queremos e o que, muitas vezes, nem existe, não é Rê? Nossa imaginação é fértil. Daí os nossos sonhos acontecerem também quando estamos acordadas. Somos seres especiais, sem dúvida. :)

Olha...adorei sua visita na minha "anisôni". Me senti acarinhada. Obrigada, viu?Li que você também tem tido, não é? Tadinha...é muito ruim mesmo. Procure relaxar, ler um pouquinho antes de deitar-se. Estou indo agora pra caminha, pra ver se recupero minhas horas-sono perdidas ontem.
Um beijinho e bom sono.


Ah...vou levar seu blog pra minha lista de preferidos, tá?

PRECIOSA disse...

Linda maneira de escrever o amor em versos...
Tenhas um domingo regado de muito amor..
beijos no coração

Preciosa Maria

Maria Rita disse...

E na falta de olhar e ver o poeta trilha um caminho de letras para enfim enxergar.

Beijos doces

Daniel Costa disse...

Querida Rê

Eis a verdade pura: Cada um vê, talvez não o que quer, mais o que imagina querer. Assim a modos, como escrever um bonito poema, porque sabes e quizeste.
Ternos beijos

José disse...

Querida Ré!

Tem graça que eu também vejo através da minha imaginação, pessoas que eu não conhece, mas que gosto muito, e quanto mais gosto delas, mais bonitas me parecem, e fico muito feliz quando isso acontece, que é qundo o pensamente vagueia por aí.

beijinho grande para ti com carinho,
José.

Jortas disse...

O poeta vê sempre para além, Como dizia Manuel Álvares, ´
"É preciso ver para além de si mesmo."
Felizmente o poeta tem esse olhar do amor pelas coisas simples!

Pérola disse...

Bom dia minha menina.
Eu ñ voltei antes pq ñ estava encontrando seu blog, encontrei outro q ñ tinha como comentar.
Tá tudo bem minha querida?
Vim te deixar o meu beijo grande e lhe desejar um lindo domingo.
Beijokas.

Everson Russo disse...

O amor descrito em versos lindos...a visão de quem se ama está realmente em todos os lugares que passamos...beijos de bom domingo e uma linda semana pra ti querida.

Graça disse...

Não podia estar mais de acordo com as suas palavras :).


Beijo de saudade, minha querida Renata.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Que bom que veio, amiga. Valeu dar um pulinho no Face.
Beijos

prosasdeoutono disse...

Amiga Renata,

como são verdadeiras tuas palavras "cada um vê o que quer"...
E na realidade, no nosso dia a dia, quantas vezes queremos que aconteça, que seja visivel o que nosso coração sonha, mas nada acontece...

Beijos
ALex