terça-feira, 23 de novembro de 2010

DIÁLOGO AMOROSO







DIÁLOGO AMOROSO

Palavras inteiras!
Sem meias palavras
perguntas-me o que quero
e eu
digo-te tudo o que queres saber
Mas antes...engulo-te inteiro
Sem nada te dizer. 



@ Renata Cordeiro


27 comentários:

Isa disse...

Jogo bem sensual.
Beijo.
isa.

José disse...

Olá linda menina!
Desculpa só agora estar chegando, mas tive dois dias sem Internet.
Gosto muito da Celina Dion.

Mesmo sem nada para me dizer
Eu virei sempre aqui te ler
mesmo estando tão distante
porque eu de ti gos tanto

beijinho grande,
José.

Janaina Cruz disse...

O que mais dizer? Já dissestes tudo, em fortes e lindas palavras...
Sigo-te!

Por toda minha Vida disse...

Boa tarde amiga.

Adoreiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!!!!!
Perfect, o melhor que é factual.

Beijo e obrigada sempre pelo comentário carinhoso.

Jacarée disse...

Heiii que momento mágico, inspira história de amor.
bjs

Sandra Botelho disse...

devorar o amor de alguem é Prende-lo no nosso espaço...e em nosso coração...
Bjos querida.

Maria Rita disse...

Tb costumo atropelar estas meias palavras com minhas palavras inteiras.E se tiver que engolir o amor, que seja em um gole só!

Beijos pra Ti

SolBarreto disse...

Se o engulo primeiro ai não tenho que responder ne...(brincadeira)
Gostei disso dessa intensidade!

فشكووول disse...

Renata doce .. Beautiful
Eu estava lá
Andei entre os blogs

beleza sonhada sonho de Beleza

Sim. ..
A expressão criativa
Não é apenas um sonho
Mas seu sonho
Seja fiel no período da manhã
E a luz do caminho
E a fragrância das flores
Beleza

Fachkool

łuc¡คหค disse...

Oi Rê
Como tu está amiga?
Bjs

Everson Russo disse...

Uau,,,engulo te inteiro sem nada dizer,,,muito bom isso,,,beijos querida e um dia lindo pra ti.

Nilson Barcelli disse...

Poema muito inteligente.
Gostei, querida amiga.
Um beijo.

JB disse...

Por vezes, o diálogo dispensa mesmo palavras...

Belo post!

Beijinho

Everson Russo disse...

Um dia lindo pra ti querida,,,,beijos e beijos e beijos...por aqui chove e eu adoro...rs..rs..

Auíri Au disse...

Meia palavra basta.
Se engolir assim, posso
matar tua fome!
Prometo me comportar.
Beijos

José disse...

Olá querida Rê!
Já te posso chamar o meu anjo da guarda, nos dias que eu estou mesmo sozinho, és tu a única pessoa que aparece ao pé de mim.
Obrigada pela tua companhia,
um beijinho grande,
José

A.S. disse...

Renata...

Bebo a luz do teu sorriso
na carícia da tua boca
como se o beijo nunca se extinguisse
nos teus lábios…


Beijos, querida!
AL

Bandys disse...

Um poema pequeno mas bem intenso.

Celine Dion é tudo de bom.

Um beijo

Michelle Crístal disse...

Ou você me devora ou eu te devorarei. Lembrei de Esfinge!

Lau Milesi disse...

Lindo e sonoro!
Um beijo, Renata.

.●.※゚・.•°∴ .•☆☥Nath Gótica☥☆.●.※゚・.•°∴ .• disse...

Como você está linda???
Esse poema é o retrato do amor intenso!!!
Parabéns pelo talento!!!!
Essa música também é linda...Celine arrasa!!!
Se cuida e boa noite!!!
Beijão Rê

Pérola disse...

Beijos sumida.
Vc faz falta viu!!!

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

A forma como se ama
e se demonstra o amor,
responde todas as perguntas,
com os seus silêncios
e mistérios

Alegrias plenas para ti.

ONG ALERTA disse...

Maravilhoso, beijo obrigada por seu carinho Lisette.

Machado de Carlos disse...

Olá Renata!

Tudo bem com você¿ Espero que sim. Anda sumida!
Também quero dizer que o amor mora dentro de nós. Por isso o amor nunca deve acabar. Entretanto o amor nos trás lembranças; lembranças de momentos que nos foram felizes, embora sabendo que a felicidade completa não existe, mas temos que valorizar os momentos felizes, pois momentos felizes existem.
Que bom que você esteve em meu cantinho! Estou feliz por isso!

Vivian disse...

...meu Deus quanta sedução
em poucas letras!

adoro!

bj, feiura!

Valter Montani disse...

Dessa maneira você não dará a menor chance do sujeito felizardo dizer o que pensa, rs

Minha querida Renata, passei para lhe desejar um bom fim de semana, bjs

"O amor é como o ar,
a gente não enxerga, porém sente.
Quanto mais puro,
mais bem estar nos proporciona.
A falta dele, nos sufoca a alma...
e leva à morte em vida”


©Valter Montani