quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

HAI CAI MESMO


HAI 
  CAI
MESMO

Como é bom girar
Ir entrando em parafuso
Pra cair em si

Renata Cordeiro




5 comentários:

wcastanheira disse...

Um mimo sua volta e o melhor dela e inspirar-se com cada retorno e perceber q voltou melhor, mais intima do poema e da magia do faz de conta, adorei ver vc lá em casa e tb retornar a esta página mimosa, pra ti guria o tio Castanha dxa beijinhos e beijinhosssssssssssss

Daniel Costa disse...

querida Renata, três versos de Hai Cai e três versos de não cai.
Fiquei satisfeito do que deixaste dito. Aquele blog passou só a arquivo. Postei no milagre.
Carinhoso beijo

Alexandrino Sousa disse...

Querida Renata,

por vezes precisamos mesmo cair, levantar e olhar, pensar o que realmente aconteceu....

beijinho
Alex

Bandys disse...

É sempre bom cair em si seja de que jeito for.


Nossa eu lembro dessa caixinha com a bailarina!!

Faz tempo que a gente se conhece hein.

Beijos doces e um final de dia cheio de paz

Felisberto Junior disse...

Olá, Renata
Gostei muito!
...creio que ,para cair em si, no fundo há sempre um medo de “enxergar” a real situação , e ver a vida como ela é. Pois se enxergamos somos obrigado a tomar uma posição e admitir que tomamos decisões equivocadas...
ah sim, te vi lá, no meu blog dois,também... quase não o atualizo, mas, meu muito obrigado, belo restinho de domingo, boa semana , beijos!