segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

OS MEUS OLHOS...





OS MEUS OLHOS....

Os meus olhos teimavam em te ver:
Pois neles se gravara a tua imagem,
Para que não pudesse eu a esquecer,
E fui à tua espera ali na margem...

No coração pulsava este dever:
Esperar-te sozinha na passagem,
Mas se desesperava o meu querer,
Pois os meus olhos viam só miragens...

Então, a alma iludida o cultivou
Num jardim que do tempo o protegeu,
E a flor do sonho ao sol desabrochou...

Aquele amor-perfeito não morreu,
Porém, a alma, que só em ti pensou,
Das esperanças vãs, adoeceu...

Poema de Renata Cordeiro, baseado no verso de Paul Verlaine Attendre sans espérer/Esperar sem esperança.



6 comentários:

wcastanheira disse...

_Os meus olhos teimavam em te ver:
Um mimo, adorei ir lendo, pensando e viajando em cada verso, vc é mesmo um delicioso showwwww, beijinho e beijinhosssssssssssssss

Daniel Costa disse...

Querida Renata, parece que refinaste, com os teus Sonetos, privilegiado agora o teu, incontroverso classicismo.
Soneto de que se gosta,
Carinhosos beijos

Samuel Balbinot disse...

Boa tarde Renata eu de novo aqui rsrs muita riqueza nos teus versos, comecei a metrificar e vi que era um soneto.. porém não é critica mas encontrei duas frases com a rima errada ok.. vou por elas aqui pra vc

E/ fu/i/ à/ tu/a es/pe/ra a/li/ na /mar/gem... esta ficou com 11 rimas.. a palavra fui creio que tu não tenha separado.. eu sempre separo de acordo com os grande sonetos que pude ler..

Das/ es/pe/ran/ças /vãs,/ a/doe/ceu../ esta aqui ficou com 9 silabas.
beijos e tenha um lindo dia

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Obrigada pela lapidação e por tudo, Samuel.
A última sílaba de "margem" não conta; a/do/e/ceu = 10 sílabas, Samuel.
Beijos,
Renata

Sandra Botelho disse...

Voltou com tudo heim moça. Lindissimo o poema. Seja bem vinda a blogosfera novamente. Bjos no coração

Samuel Balbinot disse...

Boa noite Renata.. sem problemas.. deves ter razão.. visto que adoeceu eu acho que nunca usei para rimar..
as vezes eu erro srsr
mas na frase de cima.. não sei a junção que fez mas a décima silaba ficou na palavra Na para mim.. mas sem estress né..
apenas observei e isso não tira a beleza do mesmo.. tenho mais de 1000 sonetos então deve ter alguns bem falhos no meio.. bjs e uma linda noite