domingo, 23 de março de 2014

ALVORECER


ALVORECER



"Preciso de teu porto



Outras águas para navegar



Olhos abertos



Serenidade



Vislumbre aconchego



Irradia



Reflete essa transparência



De olhos marejados



Alma em mãos



Uma outra vida



Uma nova chance



Onde tudo são risos



Onde a pele estampada



Vibra forte



E a amplitude da vida



Se renova a cada alvorecer"



De Nayara à serena Renata.

6 comentários:

Jorge disse...

Lindíssima, esta música...

Blue disse...

Precisamos de portos seguros,
lançar as ancoras e descansar.
E depois, de olhos abertos,
seguir em busca de novos mares,
sabendo que ao voltar,
o amor estará sempre a nos esperar!

Beijo

Daniel Costa disse...

Renata, tudo lindo, o poema. Da imagem nem se fala. Na música brilha o teu gosto muito especial.
Beijos

Jorge disse...

Um poema e imagem inebriantes.
Em cada dia que alvorece há que buscar a alegria e a essênciada vida por mais difícil que pareça.
Bj

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

Como sempre um poema maravilhoso e a música a completar a harmonia que aqui se respira.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

São disse...

O vídeo recusou a abrir...


O poema é merecido, rrs

Amiga, excelente semana desejo