terça-feira, 6 de maio de 2014

A ROSA DO TEU CORAÇÃO

 



A ROSA DO TEU CORAÇÃO


A rosa do teu coração ilumina o meu quarto
Com a última pérola de esperança.

      Como eu, desprotegidas sob o céu de novembro,
As árvores perdem as suas roupas,
Lançando na relva o grande lenço de âmbar
Que elas tricotam ponto por ponto.


A rosa do teu coração ilumina o meu quarto
Com a última pérola de esperança.


Nos seus misteriosos recantos,
Arrancando os cabelos, as flores voltaram.
Sabe-se lá se voltarei a vê-las?
Inquieta, vejo a sua fuga.


A rosa do teu coração ilumina o meu quarto
Com a última pérola de esperança.


Com os braços molhados de chuva, um frescor destroça
O que restava do nosso amor;
E até o leito, gélido, indolor,
Promete austeras provas.


A rosa do teu coração ilumina o meu quarto
Com a última pérola de esperança.


Mas ontem à noite, eu mesma vi,
Iluminar-se no jardim, com repentina bonança,
E levantar-se com raiz do chão
Uma rosa de outono, com cor da esperança.


A rosa do teu coração ilumina o meu quarto
Com a última pérola de esperança.

@ Renata Cordeiro

6 comentários:

Bell disse...

oi Re

Que lindo!!!

Há doçura e amor nestes versos.

bjokas =)

PAULO TAMBURRO. disse...

RENATA,

creia que as rosas sempre voltam para os mágicos e acolhedores canteiros das nossas vidas.

Florescem ,sim!

Um abração carioca.

Sónia M. disse...

Muito belo!
Há sempre uma luz que ilumina o quarto...

Beijo.
Continuação de boa semana.

Daniel Costa disse...

Querida Renata

A rosa que ilumina, o quarto é sempre a rosa redentora e esta sempre ser rodeada de corações que exalem poesia.
Beijos

Jorge disse...

Olá, Renata!!
Ao levantar-se com raíz do chão uma rosa de outono, procurou refúgio no teu coração, para não ficar ao abandono.
Bj
J

Bandys disse...

Oi Renata,

É sempre bom ter algo pra nos iluminar principalmente se são rosas.

Belo!

Beijos, um noite de paz e luz