quinta-feira, 30 de outubro de 2014

CHORO BANDIDO





CHORO BANDIDO

Edu Lobo/Chico Buarque




Mesmo que os cantores sejam falsos como eu

Serão bonitas, não importa

São bonitas as canções

Mesmo miseráveis os poetas

Os seus versos serão bons

Mesmo porque as notas eram surdas

Quando um deus sonso e ladrão

Fez das tripas a primeira lira

Que animou todos os sons

E daí nasceram as baladas

E os arroubos de bandidos como eu

Cantando assim:

Você nasceu para mim

Você nasceu para mim

Mesmo que você feche os ouvidos

E as janelas do vestido

Minha musa vai cair em tentação

Mesmo porque estou falando grego

Com sua imaginação

Mesmo que você fuja de mim

Por labirintos e alçapões

Saiba que os poetas como os cegos

Podem ver na escuridão

E eis que, menos sábios do que antes

Os seus lábios ofegantes

Hão de se entregar assim:

Me leve até o fim

Me leve até o fim

Mesmo que os romances sejam falsos como o nosso

São bonitas, não importa

São bonitas as canções

Mesmo sendo errados os amantes

Seus amores serão bons

8 comentários:

Edumanes disse...

Não bastava só ser choro!
ainda por cima é bandido
que não seja nenhum estorvo
seja sim o amor querido.

Não seja às cegas,
não se perca na escuridão
poemas com imaginação
escrevem os poetas

Se pudesse te levava,
se pudesse até ao fim
te abraçava e beijava
parabéns te dou sim!

Belo poema do choro bandido,
porque a tristeza inferniza
mais vale um beijo nos lábios sentido!

Desejo para você Renata Maria,
uma boa tarde, um beijo.
Eduardo.

Daniel Costa disse...

querida Renata

Sendo marca Chico Buarque, fica tudo dito: o certo é apreciei o poema.
Beijos

MARILENE disse...

Renata, a melhor forma de apreciar a letra de uma canção é assim, mergulhando nos versos. Muitas vezes nos deixamos levar pela melodia, cantamos , mas não apreciamos, por si só, os versos. E esta traz dois grandes compositores, não podendo ser outro o resultado: linda!
Bjs.

PEQUENOS DELITOS RENOVADOS disse...

Isso mesmo... devemos lembrar que a canção é um todo.. a poesia dos sons e a poesia das palavras!!!
Letra e melodia não são dissociadas!!!

Rosemildo Sales Furtado disse...

Partindo de duas feras como Edu Lobo e Chico Buarque, o resultado não poderia ser outro. Lindos, a letra, a melodia e a grande interpretação do Chico. Bela escolha Renata! Parabéns!

Abraços,

Furtado.

Pérola disse...

Uma certeza bela no meio de algum desencanto do poeta.

Lindo!!

Beijo

Bell disse...

Oi Re

Ontem eu estava ouvindo canções bem antigas, e me deu um prazer danado.
As letras de antigamente tinham uma história, traziam emoção e sentido.
Hj em dia tudo mudou.

bjokas =)

Bandys disse...

Ola Renata,


Muito lindo. Adoro Chico Buarque assim como outros de gerações passadas. São musicas que tocam a alma.Hoje é difícil encontrar musicas assim.

Bom final de semana

beijos