terça-feira, 29 de julho de 2014

É FECHAR OS OLHOS E VER-TE...




É FECHAR OS OLHOS E VER-TE...



É fechar os olhos e ver-te,


é pensar em ti e poder ouvir-te,


é poder tocar-te, é abraçar-te,


sentir teu cheiro mesmo sem estares aqui...


É ouvir num eco suave o som das tuas palavras,


é olhar para o infinito e ver teus olhos fixos olhando para mim...


Sentir-te é não precisar pedir para fazer o que quero sentir,


é não precisar pedir pra dizer o que quero ouvir


mesmo sem encontrar palavras...


Sentir-te é um sentimento que não dá para tirar conclusões


ou inventar palavras para expressar ...


Entre todas as coisas,


é poder explicar o que não tem explicação,


é um sentimento bom e ruim ao mesmo tempo...


Amor.       


@ Renata Cordeiro

sexta-feira, 25 de julho de 2014



PORQUE TE AMO




Eu te amo porque sim


Eu te amo por te ver


Porque te sinto em mim


Quando o mar beija a areia


A areia se sente amada


Cada vez que me olhas


Parece que me tocas


Eu me sinto adorada


Queria estar ao teu lado,


Poder olhar-te nos olhos,


Poder chegar ao teu coração,


Mas acima de tudo poder dizer-te,


Baixinho, no teu ouvido:


Querido, eu te amo!


Tu és a minha fonte


Em que vou beber água


Em que mato a sede


Em que os meus desejos


Se transformam em realidade


Em que tudo o que é belo


É consentido


E o que eu sinto


Vivido com intensidade


Eu te amo por seres quem és


Eu te amo por te ver


Pela chama ardente dos teus olhos


Eu te amo porque te sinto em mim


Simplesmente porque sim

@ Renata Cordeiro

segunda-feira, 21 de julho de 2014

VAMOS SONHAR



VAMOS SONHAR

Conosco há sempre uma força invisível um anjo que nos orienta, nos impele constantemente para frente*

Tagore


Não me procures

É só um momento

Eu só me perco

No espaço e no tempo

Acalentada pelo lume de Deus

Com a minha pele multicores

Eu danço giro em meio às flores

Emitem ondas de luz o corpo meu


Acima das nuvens

Além das tormentas

Sempre sinto a estranha

Necessidade de sonhar


Leva-me ao Paraíso

No meio das árvores

Aqui não há espinhos

Nas flores e nas rosas


Lá frutas impenetráveis

Tapetes verdinhos


Esse canto de Paraíso existe

Eu tenho certeza


@ Renata Cordeiro

terça-feira, 15 de julho de 2014

O DIA DE HOJE




O DIA DE HOJE


O dia de hoje é o mais importante na vida

O dia de hoje deve merecer total prioridade.

Só hoje se pode ser feliz

O amanhã sabe-se lá se chegará,

e o ontem já foi muito tarde para ter sido feliz.

A maior parte das nossas dores é fruto

dos restos do ontem

ou dos medos do suposto amanhã.

Viva o dia de hoje!

Viva feliz!


@ Renata Cordeiro

sábado, 12 de julho de 2014

FALTA



FALTA

Falta amor
Falta confiança
Falta coragem
Falta vontade.
Falta quem olhe 
para dentro e não para fora.



segunda-feira, 7 de julho de 2014

O DIREITO DE SER FELIZ



O DIREITO DE SER FELIZ

Quantas vezes nós pensamos em desistir,
deixar de lado o ideal e os sonhos;
Quantas vezes batemos em retirada,
com o coração amargurado pela injustiça;
Quantas vezes sentimos o peso da responsabilidade
sem ter com quem dividir;
Quantas vezes sentimos solidão,
mesmo cercados de pessoas;
Quantas vezes voltamos para casa com a sensação de derrota;
Quantas vezes aquela lágrima teima em cair,
justamente na hora em que precisamos parecer fortes;
E a resposta vem, seja lá como for:um sorriso,
um olhar cúmplice,um cartãozinho,
um bilhete, um gesto de amor;
E insistimos, insistimos em prosseguir, em acreditar,
em transformar, em dividir, em estar, em ser;
E encontramos o caminho:

Aquele mais difícil,
mais complicado, mais bonito.
E insistimos em seguir,
porque todo mundo tem um direito:

O de ser feliz.

quinta-feira, 3 de julho de 2014

AMAMOS



AMAMOS 

Amamos
Simples urbanos
Sonhamos Amamos
Cheiro de chuva na terra seca
Eu Você Nós Todos
Semente moda de viola em noites com sem lua
Dedilhar de cinco ímpares de cordas
Despertar antes do sol
Adormecer sob o céu estrelado
Lenha queimada
Perfume sândalo
Casais de araras soltos na vida 
Bando de maritacas riso alegria
Jacaré Jaguatirica
Solitude do tucano
Folhas cinza outono
O sol o suor o verão 
As cores o brilho primavera
O caliente inverno terno
Brilho eterno
Olhos lindos viciam
Viciam em amor
Como quem vicia
Nos sons e sabores da vida

Abraçam-se os corpos
Os lábios
Encantamento da alma
Embriaguez de desejos
Tudo isso porque
Simples urbanos viciamos sonhamos

Amamos
Simples Urbanos
Amamos

@ Renata Cordeiro