terça-feira, 3 de março de 2015

O BOM-DIA


O BOM-DIA


Meu rosto em teu olhar, o teu no meu reflete,
E veros corações descansam nos dois rostos;
Dois hemisférios: par que melhor se complete,
Onde, sem frio norte e sem sequer sóis-postos?
O que morre não foi igualmente mesclado;
Se é nosso amor o mesmo e formamos um par,
Nenhum pode morrer, se nenhum descuidar.
John Donne, excerto de “The Good-Morrow”
(Tradução de Renata Cordeiro)

6 comentários:

Daniel Costa disse...

Querida Renata, poesia antiga, sempre uma base para interpretação.
Beijos

ReltiH disse...

EXCELENTE. GARCIAS POR COMPARTIR.
ABRAZOS

Edumanes disse...

Minha amiga Renata, hoje é o seu dia,
tinha que vir aqui deixar uma palavra
hoje e sempre, seja muito feliz, sorria
de dor não deixa cair dos olhos nenhuma lágrima,
de alegria deixa elas correrem pelas faces à vontade
para você no pensamento envio uma flor
em sua companhia tenha a felicidade
sempre com carinho e muito amor!

Tenha um bom dia de domingo
e tudo mais o que desejar, um beijinho.

Para todas as mulheres desejo,
hoje e sempre que sejam muito felizes.
Eduardo.

Yehrow, Adônis, ou quem quiser eu seja. disse...

É sempre um prazer renovado ler você. Boa noite.

Vivian disse...

...saudades dos teus posts sempre
delicados e poéticos!

beijos, minha amiga linda!

MARILENE disse...

Escolheu um lindo texto para traduzir, Renata. Cuidados recíprocos para um único sentimento. Bjs.