terça-feira, 29 de dezembro de 2015

FELIZ 2016!!!



*Há quem diga que todas as noites são de sonhos.

Mas há também quem garanta que nem todas, só as de verão.

No fundo, isso não tem muita importância.

O que interessa mesmo não é a noite em si, são os sonhos*

FELIZ 2016!!!


terça-feira, 22 de dezembro de 2015

PRIMEIRA LIÇÃO DE NATAL




PRIMEIRA LIÇÃO DE NATAL

Este  Natal.
Vou levar o meu neto pela mão
A ver o pinheirinho do quintal,

Nu, sem qualquer decoração.
Nem fio de oiro ou prata ou cobre.
Tem a humildade de ter
Nascido pobre,
Como o Menino que vai nascer.
E por isso é mais belo e vivo e humano
Do que esse outro que estará na sala,
Morto, porém, soberbamente ufano
Do seu trajo de gala.
Este Natal,
Vou levar o meu neto pela mão,
A aprender a moral
Da primeira lição.

Poema de António Manuel Couto Viana.

domingo, 13 de dezembro de 2015

LOUCO, O CORAÇÃO



LOUCO, O CORAÇÃO



Louco, o coração rasgou-me o peito, estilhaçou a vidraça do quarto e, desobediente, voou a procurar-te. 
Parou na tua rua, viu a luz lá dentro e bateu à porta suavemente. 
Como eu antes fazia. 
Quando abriste, se apertou contra ti, tremendo de emoção e assim ficou sem dizer nada... 
Como eu antes fazia. 
Depois beijou-te a boca com a urgência da saudade, sentiu o teu cheiro, tocou-te o corpo, procurando o teu desejo, alimentou-se de ti... 
Como eu antes fazia. 
Saciado, deixou-te só, depois do abraço apertado como cordas, forte como amarras... 
Depois das palavras sussurradas com voz quente...
Como eu antes fazia.
Quando te vi chegar, o meu coração ferido, esse teimoso indomável, não teve coragem de te castigar... 


Recolheu-te com carinho e tratou das tuas feridas.