domingo, 14 de fevereiro de 2016

MESMO QUE TUDO SE ACABE



MESMO QUE TUDO SE ACABE

Nem que tudo pareça perdido

nem que o mundo se acabe

nem que as flores não brotem

nem que o sol deixe de brilhar

ainda restará uma esperança

Mesmo que não mais me queira

mesmo que a saudade não bata

mesmo que não mais me olhe

mesmo que me tenha esquecido

ainda restará uma esperança

Ainda que eu envelheça

ainda que os anos me abatam

ainda que meus cabelos embranqueçam

ainda que eu não o possa querer

ainda restará uma esperança

Mesmo que o corpo se canse

mesmo que o cérebro não comande

mesmo que a alma chore

mesmo que o coração não bata

ainda restará uma esperança

Quando eu deixar de viver

quando eu já tiver partido

enquanto houver uma lembrança

enquanto eu deixar uma saudade

Eu o estarei amando

@ Renata Cordeiro



5 comentários:

ReltiH disse...

LINDO MENSAJE.
ABRAZOS

Bandys disse...

Ola Renata,
Eu sempre disse que a esperança é a primeira que nasce.
Lindo seu poema.
Não deixe nunca de amar.
beijos

MARILENE disse...

Que música linda, Renata!
Quando o amor é imenso, a esperança não se despede. Muito belos seus versos! Bjs.

Felisberto N. Junior disse...

Olá, Boa noite, Renata
lindo o seu poema, é bem isso mesmo,tem que acreditar , tem que ter esperança... barrar a esperança é o primeiro passo para nada se concretizar. Enquanto houver boas lembranças e, claro, amor, não há como deixar de acreditar...
agradeço pelo carinho ,obrigado, bela semana,belos dias,beijos!

Daniel Costa disse...

Querida Renata, um excelente poema que aqui serves.

Beijos