domingo, 28 de fevereiro de 2016

SERÁ??




SERÁ??



É fechar os olhos e ver-te,

é pensar em ti e poder ouvir-te,

é poder tocar-te, é abraçar-te,

sentir teu cheiro mesmo sem estares aqui...

É ouvir um eco suave o som das tuas palavras,

é olhar para o infinito e ver teus olhos fixos olhando para mim...

Sentir-te, é não precisar pedir para fazer o que quero sentir,

é não precisar pedir pra dizer o que quero ouvir

mesmo sem encontrar palavras...

Sentir-te é um sentimento que não dá para tirar conclusões

ou inventar palavras para expressar ...

Entre todas as coisas,

é poder explicar o que não tem explicação,

é um sentimento bom e ruim ao mesmo tempo...

Sofro por não te ter pra te dar tudo que sinto...

Sofro o medo e a insegurança de perder-te...

Será?? 

Amor

4 comentários:

Felisberto N. Junior disse...

Olá,Renata, boa noite, Linda inspiração
Será???Temos uma natural tendência a querer desvendar nosso amanhã no puro exercício de segurança. Gostaríamos de ter certeza, por exemplo, se as consequências no final serão as mais positivas. Gostaríamos de ter a certeza se é a nossa “alma gêmea” e se teremos um “amor para sempre”...se sentimos amor mesmo , se sentem o mesmo amor que nós,gostaríamos de ter a certeza que tudo será bom.Pessoas mais racionais ou céticas tendem explicar o que não tem explicação... bem ou mal, os relacionamentos e sentimentos entre pessoas não é nada fácil e todo o medo e a insegurança de perder...e no amor verdadeiro, o será não será facilmente respondido...
Agradeço pelo carinho, feliz semana, belos dias,beijos!

Daniel Costa disse...

Boa tarde Renata, o poema conterá o paradigma do amor.
A foto de Audrey Hepburn, faz parte da minha pequena coleção de fotos autografadas da artistas.
Beijos

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá Renata! Quando o amor atinge toda a sua intensidade, desnecessário se faz a presença para que possamos acariciar a pessoa amada. Lindo e muito profundo.

Obrigado pela tua visita e gentil comentário deixado no nosso Arte & Emoções.

Beijos e uma ótima semana para ti e para os teus,

Furtado.

Bandys disse...

Oi Renata,
Que linda postagem.
No amor não precisamos ter
medo, temos sim coragem de se doar
por inteiro.
Beijos