domingo, 31 de janeiro de 2016

MÚSICA




MÚSICA

Meu amor, tem doces sonhos,
Apesar de a noite ter sido curta,
Nossos corpos falaram, cochicharam,
 E, acariciando-se, tanto se amaram.
E, agora, a lua, nossa aliada,
Varre as dunas da embriaguez.
Calma e confundida contigo,
Não posso deixar-te mais.
Quando o tempo nos faz sonhar com um beijo
Principia o que tem de ser e haver.




***


Há caminhos repletos e cheios de lágrimas,
Que lembram que o mar é a nossa mãe
Que, à noite, nele se refletem as estrelas.
Há caminhos que ficaram impermeáveis.
E debaixo da chuva é preciso um rasgo
Para que uma poça seja um tanto funda.


@ Renata Cordeiro



sábado, 30 de janeiro de 2016

O VASO CHINÊS







O VASO CHINÊS


Nesses dias, quer dizer, já semanas, em que me tenho mantido reclusa dentro do vaso chinês, só me apetece pensar em como sair dele.
Como nele entrei, ainda não está totalmente claro, só sei que não posso sair bruscamente, pois posso quebrar-me toda, sem conserto posterior, ou ir desta para a outra.
Preciso ficar com as pessoas, tê-las ao meu lado, é uma necessidade humana, mas todo cuidado é pouco. Não pode haver choques, tropeços, encontrões, pois eu e o vaso podemos quebrar.
Então, como sair do vaso chinês? Sinceramente, não o sei, nem sei se um dia sairei. Vou, por vontade própria e por falta de melhor solução, ficar assim. Pelo menos, nesta posição, fico firme, consigo pensar e lembrar-me. Sinto-me viva.
@Renata Cordeiro
***



 Decreto de liberdade e amor



A livrá-lo do constrangimento,
pesar e da imposição,
meu amor, por ser imenso, vem deixá-lo à vontade
para que encaminhe seus passos,
de acordo com a própria opção.




Em face do seu silêncio e da minha solidão,
meu amor, por ser imenso, aceita as sobras advindas
de um envolvimento que talvez sobreviva


por força da minha intenção.


Meu amor, por ser imenso,
poderá manter-se recluso
para que não julgue intruso


o tom de minhas notas digitais

e ora o deixa liberto para que se indigne
diante deste tolo decreto


que de vez expõe a pieguice dos meus ais.


Meu amor, por ser imenso,
entende o quão difícil é
desempenhar certos papéis,
por isto não finja pressentir cheia
quando baixa estiver sua maré. 




Meu amor, por ser imenso mudo de lamentos,

vibrará com a autenticidade de sua fé.

Ainda que para seu conforto, não mais proclame
este amor imenso, sólido, insólito, intenso,
a chama viva que me habita jamais se extinguirá.
Ah! este meu amor sem bom senso, desmedido,
indefenso... eternamente me acompanhará. 


maria da graça almeida

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

O AUTOR PROPÕE DISCORRER SOBRE OS AFETOS DE AMOR



O AUTOR PROPÕE DISCORRER SOBRE OS AFETOS DE AMOR

Eu cantarei o amor tão docemente
o tanto que me furte às suas dores,
que o peito que jamais sentiu amores
comece a confessar que amores sente.

Verá que não há dita permanente
sob todos os céus tão superiores,
e que essas ditas altas ou menores,
imitam sobre o chão sua corrente.

Verá que nem amando alguém alcança
firmeza, embora a tenha no tormento
de louvar um marfim com a beleza.

Porque se todo amor é esperança,
e a esperança é vínculo do vento
quem pode amar seguro com firmeza?

GABRIEL BOCÁNGEL (1603-1658)
Tradução de Renata Cordeiro

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

FLOR BELA





FLOR BELA

florzinha silvestre
singela e sem nome
à beira da estrada
em descuidados matagais
à vista de todos e qualquer
ao alcance da mão
sem aparentes mistérios
quase sem fragrância
despercebida
talvez a desfolhe algum apaixonado
pra saber se seu bem o quer
ou fique ali relegada
à existência serena
de quebrar o verde
com respingos de branco
em tardes de verão
atraiu-me um dia
a beleza fria da orquídea
segredo envolto em cores plácidas
de flor frágil, efêmera e rara
mas já não me cativam
preciosidades de estufa
volto aos campos e caminhos
em busca do encanto
que de tanto ninguém vê
de pétalas ao sol
em sorriso franco
na alegria de ser e não ser mais
que simples flor do campo

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

SEMPRE É TEMPO DE SER FELIZ




SEMPRE É TEMPO DE SER FELIZ

Teu charme é luz que seduz
Em sorrisos de plena alegria
Tua beleza desfila a clara manhã
De cintilantes majestades
E as horas passam depressa
Tão ligeiras tão saltitantes
Qual suave vento do mar
Dizendo que tua vida encanta
Tua inteligência vibra e voa
Pairando em desfiles de pura poesia
Por onde passas por onde vives
Deixarás saudades e lembranças
Definitivas
Sempre é tempo de ser feliz
® Renata Cordeiro

sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

SEM PALAVRAS




SEM PALAVRAS

Mil vezes com palavras de doçura
minha paixão a ti quase confio;
que palavras porém acho e te envio,
sem a profanação dessa impostura?
Penetre em ti calada esta ternura,
sem deter-se no mínimo desvio,
como raio de lua em claro rio,
como aroma sutil em aura pura.
Abre-me a alma silenciosamente,
e deixa-me que inunde satisfeito
tuas terras de amor e encanto cheias...
Fiel idéia, animo a tua mente;
afeto doce, vivo no teu peito;
chama suave, corro em tuas veias.

Flowers, Flores, Reflection, Animated Flowers, Roses, Beautiful Flowers, Animated Gifs, Keefers Pictures, Images and Photos

Adelardo López de Ayala (1828-1829)

Trad. pela Renata M. P. Cordeiro

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

A CARTA DE TATIANA






A CARTA DE TATIANA


@ by Renata M. P. Cordeiro


Mando esta carta, meu adorado, e espero que te encha o coração de felicidade. Desde que nos falamos pela última vez, fiquei triste, e eu não minto. Minha felicidade é estar sempre perto de ti, não importa de que maneira. Lembro-me dos teus beijos, da tua comoção, do teu choro de menino, da tua adoração por mim. E também da tua interpretação de Romeu, falando sozinho para os espectadores, na "Cena do Balcão" de



"Romeu e Julieta":



"Duas das mais lindas estrelas do céu, tendo o que fazer noutra parte, pedem aos seus olhos que resplandeçam dentro das suas órbitas, até que voltem. Ah! Se as estrelas tomassem o lugar dos seus olhos, ao mesmo tempo que os seus olhos tomassem o das estrelas, o simples fulgor das suas faces ofuscaria a claridade dos astros, como o dia radioso ofusca a de uma lâmpada; e os seus olhos, do alto do céu, haveriam de dardejar tamanha luz pelas regiões aéreas, que os pássaros cantariam, crendo que a noite já não existia! Vede como apóia a face sobre a mão! Oh! Por que não sou eu a luva daquela mão?! Eu lhe tocaria a face!"


Como és gentil, como és amado! O teu charme inigualável acende a chama viva e ardente no meu coração e nos meus sentidos. Quando, sem inquietudes, poderei passar todos os meus segundos ao teu lado, só te amando e pensando na felicidade de te dizer: EU TE AMO!?



domingo, 3 de janeiro de 2016

DESTINO





DESTINO

à ternura pouca
me vou acostumando
enquanto me adio
servente de danos e enganos

vou perdendo morada
na súbita lentidão
de um destino
que me vai sendo escasso

conheço a minha morte
seu lugar esquivo
seu acontecer disperso

agora
que mais
me poderei vencer?

Mia Couto

Mensagens de Amor